|subscrever feeds

|pesquisa

 

|posts recentes

| 2009-09-25 - LISBOA, Port...

| 2009-08-23 - San Francisc...

| 2009-08-22- Los Angeles, ...

| 2009-08-21 - Phoenix, Ari...

| 2009-08-19 - San Diego, C...

| Nova Musica

| 2009-07-18 - Hultsfred, S...

| 2009-07-11 - Atlantic Cit...

| 2009-07-10 - Lockport, Ne...

| 2009-07-04 - El Paso, Tex...

| 2009-05-12 - Ian Astbury ...

| 2009-05-09 - IAN ASTBURY ...

| IAN ASTBURY: SOFT REVOLT

| 2009-09-25: LOVE LIVE TOU...

| 2009: LOVE LIVE TOUR

| 2009: 25 anos de THE CULT

| 2009-05-02 - Las Vegas, N...

| 2009-05-01 - Memphis, Ten...

| 2009-01-20 - Park City, U...

| 2008-11-16 - San Antonio,...

|arquivos

| Setembro 2009

| Agosto 2009

| Junho 2009

| Maio 2009

| Dezembro 2008

| Outubro 2008

| Setembro 2008

| Maio 2008

| Abril 2008

| Março 2008

| Fevereiro 2008

| Janeiro 2008

| Dezembro 2007

| Novembro 2007

| Outubro 2007

| Setembro 2007

| Agosto 2007

| Julho 2007

| Junho 2007

|favorito

| Video Bootlegs

| Return To Wild 2007

| Merchandising: Loja Ofici...

| UNKLE ft Ian Astbury

| Return To Wild, 2006

| 2007 - BORN INTO THIS (Al...

| 2006-06-07 - The Cult em ...

| 2007 - I ASSASSIN

| THE CULT TV!

| 2007: DIRTY LITTLE ROCKST...

|tags

| todas as tags

Quinta-feira, 20 de Setembro de 2007

2007 - BORN INTO THIS (Review)

 

Tive o previlégio de ouvir o novo álbum dos The Cult, Born Into This, e decidi partilhar algumas considerações.

 

Este novo álbum, é sem dúvida um álbum rock, mas de ouvido fácil, isto é, não é demasiado agressivo para quem não está habituado. Algumas músicas ficam mesmo no ouvido apos a primeira audição.

 

Como sempre, os The Cult voltam a inovar... não se aplicam rotulos de albuns anteriores. Um album de verdadeiros originais, em que se destaca a voz poderosa de Ian Astbury, e a guitarra de Billy Duffy no seu melhor. John Tempesta e Chris Wyse trazem algo de novo, um som verdadeiramente explosivo e carregado de energia.

 

Sem uma produção excessiva, o álbum (produzido por Youth) aparece mesmo nú e crú. Puro, sem efeitos sonoros de relevo, muito bem misturado, com um som limpo.

 

A primeira música chama-se "Born Into This", e fica no ouvido. É um bom aperitivo para o que vem a seguir. É uma música poderosa e energética, com um rítmo interessante! "Don't let us down; They're chasing ours around all over town", numa canção que fala acerca de Nova York... Humm! Um final fantástico num solo à la Billy Duffy! Como se quer!

 

Segue-se "Citizens". Será single? Outra música bastante agradável! Esta começa por falar na cidade de Paris! Uma música marcada por intrevenção política, aquecimento global, poluição. "A higher love that rises above; Rises above yeah a higher love; See the silver set beneath the stars; a hundred million voices that cry as ours"

 

"Diamonds" é uma música com algum experimentalismo. Uma música diferente, acerca da força feminina, do poder feminíno, focando o lado interior: "she's my girl; she's got diamonds on the inside. Muito Rock... moderno!

 

A quarta música é o primeiro single do álbum, "Dirty Little Rock Star". Suponho que ja conheçam, está disponível no painel esquerdo deste site. Na minha opinião, está longe de ser uma grande música de Cult. Tem um excelente rítmo, mas é para dançar sem pensar. Animação... A música mais comercial, a mais pobre do álbum, é mesmo assim uma grande malha! Uma verdadeira crítica a algum tipo de herois do rock, onde os The Cult os pintam sem maquilhagem.

 

Um dos pontos altos do álbum é "Holy Mountain". Album rockalhão que se preze, tem que vir servido com uma boa balada! Ao bom estilo de Johnny Cash, a música tem rítmo. Uma construção música perfeita, a voz de Ian faz lembrar "When Things Explode" (UNKLE /Astbury). "A música fala acerca de experiências que viví quando viajei para a India", diz Astbury. Parece ser uma música de amor... A companheira de Astbury é indiana, talvez daí a inspiração, para este belo tema. Uma balada à moda antiga, com um som actual. "Your a wild thing; You say wild things; But much too wild i think"

 

"I Assassin" é uma das melhores. O título não deve traduzir-se para português, sem recorrer à etimologia da palavra Assassino. Remonta a um antigo culto de um lider Sírio do Sec. XI, um fanático muçulmano - conhecido por "Velho da Montanha". (saber mais na Wikipedia). A música é muito forte, muto marcada pela guitarrada de Billy Duffy. Está disponível para Download (LINK) na Roadrunner Records.

 

De seguida "Illuminated", uma música muito rock. Muito Cult. Mas é daquelas que não tenho qualquer opinião formada acerca do tema. "shine on Illuminated".

 

"Tiger in The Sun" é uma música de grande intervenção politica e social, julgo que marcada pelos conflitos entre o mundo ocidental e o médio oriente. Nota-se uma música muito crítica! "Tiger burning in the sun;Baby I'm the only one; I'm not who they want me to be; Come and take this spell off of me. We can have it all"

 

Um dos melhores temas é "Savages". Muito rock, talvez a música mais produzida do álbum. "They can't take us; They'll never break us apart". Dava um single à moda antiga! Contém um início e um fim com uma sonoridade tribal, que me faz lembrar o início da banda!

 

O álbum termina com "Sound of Destruction", uma música muito rokalhona! Potente!  "I don't fear anyone; Stray dog fighting haters run; I got lighting in my eye; I ain't no dirty suicide"

 


Depois de ter lido ja muitas críticas ao album, muitas delas muito negativas, acho que o album é formidavel. Acredito que é um dos melhores albums rock da actualidade, um dos melhores dos The Cult. Um defeito, é que é extremamente pequeno... pouco mais de 40 minutos de música. Por isso quero mais, não posso perder a edição especia "Born Into This - Savage Edition".

 

Segundo Astbury, em entrevista à Billboard, "foi fascinante gravar este album." As letras das músicas são cheias de marcas pessoais de Astbury. "As músicas são repletas de vivências. As letras são muito pessoais, e baseadas em experiencias que tenho vivdo, entre viajens entre Londres, Nova York, e India."

 

Born Into This estará disponível a 2 de Outubro de 2007.



 

 

 


publicado por fguimaraes às 23:29

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Teresa a 21 de Setembro de 2007 às 15:28
Fernando,

Mais uma vez você sai na frente....Parabéns. Está faltando comentar aqui sobre o dvd do Irving Plaza. O meu ainda não chegou (e encomendei mês passado).
Abraço


De fguimaraes a 22 de Setembro de 2007 às 05:52
Olá Teresa! Falaste, está feito! Espero que gostes da minha review do DVD. O novo album é uma benção! É mesmo fantástico. Ás vezes temo que um album novo venha trazer-me frustração e vontade de eles terem acabado, mas não! Este dá vontade de pedir o próximo... Não desilude, e com 20 e tal anos de carreira, voltam a surpreender. Parabéns CULT

CFFC - They don't let us down!


Comentar post

|deixe um comentário


|CULT.TV

1984: Spiritwalker (Ao Vivo)

 

1985: Rain 

 

1987: Wild Flower

 

 

1989: Fire Woman

 

2001: Rise (TV) 

 

2006: She Sells Sanctuary (TV)

 

 

OUTROS VÍDEOS

|galeria